Verão Japonês- Cuidados com seus Pets

20120801-191751.jpg

Bom já que falamos dos cuidados com crianças e idosos neste verão infernal saibam que os nossos bichinhos não estão livres do Nechusho (hipertermia).

20120801-190724.jpg

20120801-190751.jpg

Fique atento aos cuidados com os cães no verão para evitar hipertermia

A estação mais quente do ano requer atenção redobrada
na hidratação e tosa dos animais

A poucos dias da chegada da estação mais quente do ano, é preciso que os tutores de cães fiquem atentos para que os animais não sofram de hipertermia. A temperatura elevada do corpo pode causar a morte do animal.

Veterinarios afirmam que os cachorros trocam calor com o ambiente por meio da respiração. “Eles transpiram pelos coxins plantares (‘almofadinhas’ das patas), portanto não transpiram pela pele como nós”, disse.

A região dos coxins é pequena em relação ao corpo e, por isso, não é suficiente para manter a temperatura ideal do cão, que varia entre 38 e 39 graus. “Em dias muito quentes ou quando eles realizam esforços físicos, a temperatura do cachorro pode ultrapassar 40 graus”.

Segundo veterinários, qualquer cão em condições de muito calor e esforço físico pode ter hipertermia. Algumas raças de focinhos mais curtos como pug, buldogue, boxer e shihtzu têm maior predisposição. A hipertermia pode provocar taquicardia, taquipneia (respiração ofegante), salivação intensa, vômitos, diarreias, tonturas, perda de consciência, convulsões, hematomas, tetanias (tremores musculares), falta de coordenação motora, mucosas hipercrômicas (muito coradas), parada cardiorespiratória e morte.

Cães de pelo longo também sofrem mais no verão porque sentem mis calor do que os de pelo curto. A pelagem funciona como um isolante térmico e em dias quentes os animais ficam mais ofegantes e inquietos. “Os donos não precisam ter dó de tosar o cão no calor. Diferentemente do que muitos pensam, os animais ficam alegres e aliviados”

Muita água e tosa ajudam a contornar o problema

Dicas para evitar a hipertermia:

– Caminhe com o cão em horários mais frescos do dia
– Mantenha água sempre limpa e fresca ao alcance do animal
– Não coloque o cão em lugares quentes, expostos ao sol e/ou sem ventilação, como o carro, por exemplo
– Evite banhos com água muito quente e secadores com altas temperaturas
– Evite colocar roupas nos cães nessa época do ano
– Manter cães de pelo longo sempre tosados no verão

Esse é um recado muito importante, pessoal! Não esqueçam que nossos melhores amigos fazem de tudo para ter nossa companhia, então não custa nada ficarmos atentos aos seus sinais de cansaço e esforço, e assim evitar que o bichinho sofra.

Fonte: Correio de Uberlândia

20120801-191804.jpg

20120801-190944.jpg

20120801-191737.jpg

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: