ichou kaze( 胃腸風邪 ) ou onaka no kaze お腹の風邪

20120522-100555.jpg

Mais conhecida como gripe da barriga ou norovirus entre os brasileiros que moram no arquipélago Japonês,
A gastroenterite não bacteriana, contamina pessoas de todas as idades e é transmitida através de alimentos ou águas contaminados por fezes e também por contatos pessoais.

20120522-100943.jpg
Após uma infecção por Norovirus, a imunidade da pessoa geralmente é incompleta e temporária, o que significa que, ela fica predisposta à infecções subsequentes. Estudos revelam que há uma tendência hereditária à infecção; os indivíduos com grupo sanguíneo tipo O adquirem infecção com mais frequência que os do tipo Be AB.

A doença por Norovirus ocorre geralmente em comunidades fechadas ou semi-fechadas, tais como em instituições de repouso, asilos, hospitais e escolas (ou creches), onde o virus, uma vez presente, se dissemina rapidamente por contatos pessoais ou alimentos contaminados.

O Norovirus é rapidamente inativado com desinfetantes a base de cloro, mas dificilmente por álcool.

O virus se multiplica no intestino delgado, e os sintomas gastro-intestinais surgem 1 a 2 dias após o contágio; caracterizado por náusea, vômito, diarréia e dores abdominais, e em alguns casos, perda do paladar. Ocasionalmente pode ocorrer febre baixa, fraqueza, dores musuculares e dor de cabeça. Os sintomas persitem por vários dias e pode comprometer a vida das crianças, idosos e imunodeficientes caso a hidratação não seja adequadamente tratada. Contudo, esta doença é autolimitada.

O diagnóstico é feito pelo exame de sangue (com aumento dos valores de PCR (Reação da Cadeia de Polimerase ou Proteína C Reativa), ou pelo teste de ELISA, porém menos específico e sensível).

O tratamento consiste basicamente no controle da hidratação e reposição de bactérias intestinais favoráveis. Não convém medicar com anti-hemético (medicamento contra vômito) ou anti-diarréico, pois as toxinas devem ser eliminadas do organismo.

A prevenção é feita por cuidados de higiene como lavagem das mãos ao manusear alimentos ou ao cuidar do enfermo contaminado, e também com a pulverização de cloro, pois o virus pode se propagar pelo ar através dos vômitos dos indivíduos contaminados.
Importante também é hidratar o doente com muito liquido após o tratamento com soro, abaixo um dos tipos de soro que o medico indicou a a Satie tomar após sair do hospital, tem em qualquer farmácia.
Muita luz a todos e cuidem-se!!!

20120522-101057.jpg

20120522-101250.jpg

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: